.

Eu fiz a minha liderança de Jovens no IAENE; em 2009 me investi em líder máster de jovens, um sonho realizado e em minha mente eu comecei a fazer muitos planos de como ajudar como líder, já que agora sou reconhecido como tal. Final de 2013 voltei pro meu país, Cabo Verde, não pude morar na minha ilha, tive que me mudar para a capital para procurar emprego e na igreja onde fiquei me fizeram a proposta de liderar o clube de Desbravadores (também fiz liderança de desbravadores), e aceitei, mas a pessoa nomeada para ser diretor dos JA não aceitou o desafio e me fizeram a proposta de dirigir o departamento de jovens. No momento pensei: sou líder máster de jovens, tenho bagagens teóricos, cresci num lar adventista e conheço o funcionamento do departamento e da igreja, então aceitei o desafio pensando que não seria difícil a tarefa.

No primeiro sábado do ano, de manhã, olhei para a igreja, com seus quase 200 membros e fiquei pensando como seria à tarde no programa de abertura do ano no departamento de Jovens; foi boa a programação, juntamente com os Desbravadores e Aventureiros, e fizemos uma abertura geral do Ministério jovem para os três departamentos. A igreja estava cheia e muito animada. Mas, depois do segundo e terceiro sábado eu percebi que não ia ser assim até o final do ano e foi justamente ali que percebi que o desafio não era tão simples assim.

 Hoje, quase no final do ano, fico olhando pra trás e parece que não fiz nada, parece que não fiz tudo o que eu queria fazer, parece que a motivação inicial não é a mesma e parece que não atingi os meus objetivos com os jovens, nem com a minha direção. Já teve sábados que quase chorei após um culto jovem, porque me pareceu que eu tinha que esforçar muito, implorar para que algo aconteça, como se fosse um interesse apenas meu. Esse pode ser o seu sentimento todos os sábados à tarde e você sempre fica pensando, tentando encontrar em algum momento do passado onde você errou; talvez você não tenha errado, talvez você tenha errado também, ou talvez não era por tudo isso que você tinha esperado; por que os nossos jovens estão tão desinteressados com as coisas espirituais, o que fazer para motivá-los, como mudar esse quadro? E se eu abandonar o departamento?

Só quero lhe dizer uma coisa, diretor dos JA: ninguém disse que era fácil e você já sabia disso; ninguém disse que 100% dos jovens ou a própria direção estaria contigo sempre que precisar e você já sabia disso; mas nada disso é motivo para lhe desanimar ou lhe fazer abandonar seu trabalho, insista, persista, procure novas formas de motivar a nossa juventude e vamos seguindo sempre lembrando de nosso objetivo principal: salvar do pecado e guiar no serviço; e, quando vier o desânimo, lembre: Deus é quem te escolheu, Ele vai te capacitar e prover todo o suporte de que você precisar. Estude nossos materiais e continue seu trabalho, porque precisamos salvar os nossos jovens e todo o seu esforço para conseguir isso um dia será recompensado e creio que a vida de um jovem salvo do pecado é um grande prêmio. Deus lhe abençoe e os seus jovens também. Não desanime!

Postar um comentário

Universo Jovem Adventista

{picture#http://3.bp.blogspot.com/-X6ITLkOO-dU/Von21F5i21I/AAAAAAAABwY/dLoMMcLpSMc/s1600/Isaiascv.jpg} Me chamo Isaías Cardoso, sou o moderador do Blog 'Universo Jovem Adventista', criado em 2009 para dar suporte com materiais para o MJ. Sou líder desbravador e líder master de jovens. Obrigado pela visita! :) {facebook#http://web.facebook.com/isaiascv} {twitter#http://twitter.com/isaiascv} {google#https://plus.google.com/u/0/+IsaíasCardoso} {pinterest#https://br.pinterest.com/isaiascv/} {youtube#https://www.youtube.com/user/isaiascvnet} {instagram#https://www.instagram.com/iscarcv/?hl=pt-br}
Tecnologia do Blogger.